Fazenda Água Milagrosa

22 de Março de 2018

No Dia da Água, crianças conhecem nascente da Água Milagrosa



Para celebrar o Dia Mundial da Água, nesta quinta-feira, dia 22 de março, o Grupo Junqueira Rodas firmou parceria com o Centro Cultural “Flávio Rangel”, de Tabapuã, e recebeu 49 estudantes do Ensino Fundamental, com idades entre 9 e 15 anos, na Fazenda Água Milagrosa, em Tabapuã. O grupo participa do projeto Sabores da Literatura.
 
O objetivo da atividade foi conscientizar os jovens sobre a importância da água e sua preservação. Durante a ação, os estudantes também receberam orientações sobre consumo consciente, por meio da distribuição de material educativo.
 
“Promover a conscientização das futuras gerações é um importante passo para despertar o senso de responsabilidade com o meio ambiente, a importância da sustentabilidade e o que cada um pode fazer a respeito”, afirma Sarita Junqueira Rodas, CEO do Grupo Junqueira Rodas.
 
A propriedade, de 3.050,3 hectares, é conhecida na região pela preservação de matas nativas. Na fazenda havia um poço, provavelmente de água sulfurosa, onde as pessoas se banhavam para tratar reumatismo, com bons resultados. Daí o nome “Água Milagrosa”. A área possui 25 açudes e oito nascentes.
 
Programação
Os estudantes chegaram à fazenda às 13 horas. Visitaram a sala de troféus, ganhos em exposições com animais da raça Tabapuã, a capela e a principal nascente da propriedade, a Água Milagrosa que dá nome também à propriedade.
 
Eles foram recepcionados pelo gerente da propriedade, Marcelo Lopes, que guiou o grupo pela fazenda explicando sobre o dia a dia de cada área e local visitado.

Em uma área próxima à nascente, que deu origem a uma mina, foram plantadas ainda quatro mudas de ipê, que receberam os nomes das quatro colônias da fazenda – Pão Doce, Cabeceira, Beija-flor e Bate caneca.
 
“Nosso objetivo é que seja um passeio lúdico, ensinando de forma divertida. Ao final, como atividades, as crianças escreveram o Tratado das Águas, em que serão listados os principais compromissos que devem ser adotados para uso consciente e preservação da água. Esse material será multiplicado para outras escolas da cidade, explica a educadora Rosimeiri Krauniski Malerba, do Centro Cultural.
 

<< Voltar para notícias
Fazenda Água Milagrosa - Todos os direitos reservados. ©2018
Desenvolvido pela Williarts Internet